Encontrei um Pombo Anilhado! O que Eu Faço?

27 abr, 2017 por

Encontrei um Pombo Anilhado! O que Eu Faço?

No mundo inteiro, milhares de pombos são soltos longe de seus respectivos pombais, com o intuito que possam retornar para suas casas, isso significa dizer que em algum lugar, existe alguém esperando que este pombo retorne.

 

Muita coisa pode acontecer durante este percurso, e invariavelmente muitos pombos acabam parando no meio do caminho, seja para descansar, abeberar, ou até mesmo para esperar a chuva passar. Cabe a nós, ao sermos visitados por estas aves, cuidarmos para que consigam completar seu percurso.

 

Se um pombo está anilhado, significa que ele pertence a um dono, infelizmente, ainda não existe um cadastro geral onde possamos descobrir a sua origem diretamente, mas graças as novas tecnologias da informação, já temos conseguido devolver muitos pombos aos seus legítimos pombais.

 

Sob razões adversas, alguns pombos saem de sua rota, na maioria das vezes temporariamente, mas logo tomam o rumo de casa. Uns vão parar em outros pombais, outros procuram abrigo em galinheiros, tem aqueles que vão parar em navios e plataformas em alto mar, e também tem aqueles que vão parar em locais onde não há nenhum pombo sequer, e a grande maioria das pessoas, não sabe o que fazer ao ser agraciado com a presença de tão ilustre visitante.

 

Um Pombo-Correio que foi solto longe de casa, em condições normais, tentará sempre retornar para seu local de origem, o que ele consegue fazer sem grandes dificuldades, entre o nascer e o pôr do sol de um mesmo dia. Mas se ele for solto a distancias superiores a 900 km, se houver chuvas fortes no meio do caminho, ou se o sol estiver muito forte, se ele for atacado por um falcão, ou algum outro motivo que dificulte o seu retorno, ele precisará fazer uma escala em algum lugar, e isso pode acontecer na sua casa.

 

Se você foi o felizardo de receber a visita de uma destas aves, não se desespere, normalmente eles não precisam de muito para poder continuar sua viagem de volta, na maioria das vezes basta um pouco de água e meia hora para descansar, e logo tomam o rumo de casa novamente, algumas vezes podem precisar de um pouco de comida e qualquer semente crua que tivermos em casa, como milho arroz, ervilha, lentilha, feijão, soja, amendoim, etc. podem servir para ajudar a recuperar suas energias.

 

Estas aves são dóceis, e se aproximam com facilidade de quem lhes ofereça um pouco de água ou comida, principalmente quando estão perdidos, pois se habituaram a depender dos seres humanos para suas necessidades mais básicas, então qualquer pessoa consegue se aproximar sem dificuldades de um pombo extraviado que esteja debilitado.

 
COMO PROCEDER

Alguns precisam apenas de um pouco de água, para matar a sede em um dia quente, e rapidamente pegam o rumo de casa, mas outros podem precisar de um pouco mais.

 

 

Ilustre Visitante

Um visitante recebendo água e comida no fim da tarde
Foto: Carly

Se o pombo chegar em sua casa na parte da manhã, ou no início da tarde, de um sábado ou domingo, provavelmente estará participando de alguma prova, e cada segundo, conta para que ele ainda consiga chegar à frente de seus concorrentes e marcar alguns pontinhos no campeonato. Basta lhe oferecer água e comida, que logo estará reanimado para retomar a tarefa de voltar para casa quase no mesmo instante, como podemos ver no vídeo acima. Alguns podem querer descansar um pouco antes de retomar o caminho de volta, mas isso não deve levar mais que trinta minutos. Não é necessário prender a ave, basta alimentá-la e deixar que ela mesma escolha o local para descansar.

 

Enfim em casa

E na manhã seguinte já no pombal.
Foto: Jeffinho

Mas se o pombo chegar à tardinha, pode ser aconselhável mantê-lo sob guarda em um local seguro, para que possa ser solto logo nas primeiras horas da manhã seguinte.

 

Ao clarear o dia, precisamos apenas esperar que o sol comece a produzir as primeiras sombras nítidas no chão para soltá-los, eles precisam desta referência para que possam reconhecer o caminho de casa com mais facilidade.

 

Mas se por acaso um pombo chegar em sua casa em um dia chuvoso, daqueles em que a chuva parece que nunca vai acabar, você deve mantê-lo sob guarda, até que as condições do tempo melhorem, os pombos até voam debaixo de chuva, mas a impermeabilidade das suas penas não permite uma viagem longa.

 

Caso ainda estejam muito longe de casa, como acontece na maioria das provas, a sua tenacidade em retornar, o fará enfrentar a chuva, o que poderá leva-lo à morte, então espere até que pelo menos os primeiros raios de sol consigam atravessar as espessas nuvens.

 

Os raios de sol, depois de uma chuva prolongada, parecem promover uma carga de energia a mais para os pombos, assim como acontece com o “Superman” das estórias em quadrinhos, e eles conseguem voltar para casa com extrema facilidade e rapidez, então nestes casos o melhor a fazer será acomodá-lo em algum local. Se você não tiver um lugar apropriado, pode improvisar uma caixa de papelão que tenha pelo menos 40 cm x 30 cm com 25 cm de altura, faça algumas aberturas laterais e forre o fundo com jornal, para conter as fezes, assim eles podem ficar bem acomodados até amanhecer o dia, pois os Pombos-Correio já estão habituados a descansar em confinamento.

 

.É importante lembrar que: se foi necessário prender o pombo para soltá-lo em melhores condições, o ideal é que a soltura seja realizada sempre pela manhã, de preferência antes das 9:00 horas, este é o horário no qual os pombos conseguem explorar suas melhores aptidões para conseguir voltar para casa.

 

Agora, se o pombo estiver muito debilitado, ou machucado, não é conveniente tentar soltá-lo, neste caso você pode tentar encontrar seu dono ou um representante de alguma coletividade na sua região, a anilha que ele carrega em sua pata, traz uma série alfanumérica que permite identificar sua origem, geralmente estão descritos o país de origem, a Federação a qual pertence, o ano de nascimento e uma série numérica não repetida, aqui abaixo temos o exemplo de uma anilha oficial da FCB para este ano de 2017, onde BR significa que a ave é de origem brasileira, FCB Federação Columbófila Brasileira, 2017 o ano de nascimento e o número 439408 que identifica a ave.

 

Anilha FCBNo Brasil nós temos o grupo “Achados e Perdidos” no Facebook que você pode anunciar o pombo encontrado, ou tentar encontrar algum representante próximo a você no site Oficial da Federação Columbófila Brasileira.

 

Se você já é um criador e algum pombo foi parar em seu pombal, não o solte junto com os seus. Logo pela manhã bem cedo, antes de soltar os seus pombos, solte o pombo extraviado, e espere que ele consiga encontrar o seu caminho, espere pelo menos 15 minutos, depois de tê-lo perdido de vista, antes que possa soltar seus pombos, normalmente depois de terem passado uma noite, logo pegam o rumo de casa.

 

Lembre-se que em algum lugar, um criador ou mesmo uma criança está esperando ansiosamente o retorno deste pombo que procurou abrigo com você, e é sua responsabilidade promover todos os meios necessários para que esta ave possa retornar ao seu dono. Este pombo pode ter deixado seu companheiro, ou companheira, ou até mesmo seu ninho com seus filhotes.

 
Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil

Artigos relacionados

Tags

Compartilhe

Deixe uma resposta