1997 Um Sonho Realizado

22 abr, 2016 por

1997 Um Sonho Realizado

Todo novo ano traz novas esperanças e expectativas, algumas vão ficando pelo caminho com o passar dos meses, mas outras se tornam realidade. Eu tinha uma pequena equipe formada e sabia que tinha pelo menos três pombos certos para brigar por anilhas, mas precisava descobrir algum novo talento entre os novos pombos para poder garantir uma briga pelo Campeonato Estadual deste ano, pelo menos em condições de igualdade com os demais criadores, pois no ano anterior apesar dos bons resultados nas provas de Fundo, eu participei com apenas quatro dos cinco designados por equipe que podia inscrever, enquanto os demais criadores tinham mais pombos, além dos cinco designados, participando das mesmas provas, pois não havia limite máximo de pombos por criador, apenas o limite mínimo de 5 criadores e de 25 pombos por prova.

 

Pensando nisso, este era o ano do qual dispunha do maior número de pombos para começar a campanha, pois havia tirado 100 filhotes no ano anterior, dos quais 46 estavam aptos para participar. Um detalhe importante é que neste ano, diferente dos anteriores, não utilizei nenhum tipo de medicamento para os filhotes, nem profiláticos, muito menos curativos, até mesmo vacinas contra a New Castle e a Bouba, só foram aplicadas depois que os filhotes atingiram a maioridade antes do campeonato, é verdade que tive algumas perdas, 19 pombos vieram à óbito, mas eu já estava pensando em dispor apenas daqueles pombos que pudessem ser capazes de manter a sua saúde independente de remédios.

 

Mas além disso outro fator relevante para ter iniciado o campeonato com um número de pombos inferior ao previsto, foi que havia perdido 14 só no último treino oficial de 70 km, não havia perdido nenhum pombo sequer nos treinos anteriores, nem nas demais provas de Velocidade, o que me levou a tentar descobrir o porquê.

 

Mas continuando… no dia 1º de maio era realizada a festa de entrega da premiação do ano anterior, promovido pela Federação Estadual, porém, bem antes desta data era divulgado o resultado, que para nossa surpresa mostrava a pombinha de Emilson como anilha de ouro Geral, e a 33653/4 ficou logo atrás em segundo, mas a premiação era apenas para o primeiro lugar, não havia anilha de prata, pelo menos consegui mais um diploma, novamente pelo 3º lugar em Equipe na prova de Linhares, até aqui eu acumulava dois Diplomas de 3º lugar na mesma prova em dois anos consecutivos.

 

Todos estes acontecimentos serviram para acender ainda mais o fogo pela conquista de uma grande premiação no Campeonato Estadual, não só pelos membros da associação da qual faço parte, como também para mim, afinal tudo indicava que eu estava no caminho certo e que conseguir me sagrar Campeão Geral era uma questão de tempo.

 

Isso porque até aqui muita gente pensava que: por termos poucos sócios em comparação com todas as outras associações do estado, não teríamos chance alguma, e seríamos massacrados pela maior quantidade de pombos participantes nas outras, mas o sistema de pontuação privilegiava a regularidade independentemente da quantidade. Quando avaliávamos apenas o resultado de uma prova o primeiro pombo da nossa sociedade ficava em 15º, o segundo em 30º e assim por diante.

 

Nada mais justo, afinal deve-se privilegiar um pombo que esteja disputando com um número maior de concorrentes, mas a diferença de pontos entre os quinze primeiros era menor que um ponto na maioria das vezes, então a regularidade fazia toda a diferença.

 

A partir desta data meu foco passou a ser conquistar a Anilha de Ouro Geral, pois tinha grandes chances para isso, para tanto tratei de verificar os pormenores de todo o esquema de treinamento aplicado no ano anterior, revendo as anotações, tentando descobrir onde poderia conseguir alguns segundos de vantagem para superar a pombinha do Emilson que iria competir neste ano novamente.

 

Um fato interessante logo no início da campanha foi que durante os primeiros vôos, antes dos treinos oficiais, uma pombinha veio visitar o meu pombal, chegando junto com os meus pombos, logo no primeiro treino pela manhã, era ela mesma, a pomba do Emilson, que fora anilha de ouro no Geral do ano passado, toda serelepe atrás de um machinho meu, liguei imediatamente para ele, que ainda não havia saído para o trabalho e confirmei de passar na casa dele para lhe entregar a pombinha antes de seguir para o meu.

 

Fiz questão de entrega-la pessoalmente, para garantir que a mesma chegaria em segurança em sua casa. Nesta época o Emilson voava com machos e fêmeas separados e neste ano eu já não voava mais ao Natural, havia reestruturado o pombal e também já treinava meus pombos com machos e fêmeas separados. Depois do ocorrido o Emilson tratou logo de casar a pombinha para evitar que ela fosse procurar outro macho em algum pombal diferente.

 

Agora com um pombal reestruturado para voar o campeonato a expectativa era maior ainda, pois acreditava que tinha tudo para dar certo, ledo engano! O resultado foi bastante expressivo para os pombos de ano que já haviam nascido dentro do novo regime de treinamento, mas para os pombos mais velhos que só voaram ao Natural, não foi bem assim que aconteceu, alguns não se adaptaram bem.

 

As provas de velocidade foram realizadas apenas com pombos de ano, no caso com os de anilhas de 96, destes eu tinha 46 pombos competindo dos 100 filhotes que reproduzi naquele ano, o novo método e as experiências adquiridas me deram uma vantagem arrasadora, tanto que nenhum dos criadores que participavam naquele ano, quis mandar mais pombos para a terceira prova que seria de Iconha/ES com 200 Km, que acabou servindo apenas como último treino antes do Campeonato Estadual, também não é para menos, vejam só a colocação dos meus pombos nas duas provas.

 

 

LOCAL DA SOLTA: TRAVESSÃO
07/06/97
HORA: 07:30 DISTÂNCIA: 103.365m POMBOS ENVIADOS: 82 MARCAM: 17
COL PONTOS CRIADOR POMBO SEXO DES CHEGADA VELOCIDADE
98,780 Márcio 142807/96 M 09:03:27 1.107,491
97,561 Márcio 142820/96 F 09:03:36 1.105,716
96,341 Márcio 142828/96 M 09:04:00 1.101,011
95,122 Márcio 142805/96 M 09:04:03 1.100,425
93,902 Márcio 142827/96 M 09:04:14 1.098,288
92,683 Márcio 142845/96 M 09:04:26 1.095,962
91,463
90,244
89,024
10º 87,805 Márcio 142848/96 F 09:04:49 1.091,224
11º 86,586 Márcio 142814/96 M 09:04:52 1.090,948
12º 85,366
13º 84,146
14º 82,927
15º 81,707
16º 80,488
17º 79,269
18º 0,000 Márcio 119022/96 F 09:05:02

 

Registrei 8 das 17 marcações possíveis na primeira e 13 das 17 marcações possíveis na segunda, praticamente não havia mais chance de ninguém me alcançar na última prova, mesmo que eu não marcasse pombo algum.

 

 

LOCAL DA SOLTA: ITABAPOANA
13/067/96
HORA: 08:00 DISTÂNCIA: 147.297m POMBOS ENVIADOS: 82 MARCAM: 17
COL PONTOS CRIADOR POMBO SEXO DES CHEGADA VELOCIDADE
98,780 Márcio 142820/96 F 09:30:25 1.629,085
97,561 Márcio 142814/96 M 09:31:18 1.613,330
96,341 Márcio 142806/96 F 09:31:32 1.609,223
95,122 Márcio 142834/96 M 09:31:38 1.607,467
93,902 Márcio 142863/96 M 09:31:42 1.606,292
92,683 Márcio 142862/96 F 09:32:03 1.600,185
91,463 Márcio 142811/96 F 09:32:05 1.599,611
90,244 Márcio 142826/96 F 09:32:08 1.598,743
89,024 Márcio 142827/96 M 09:32:24 1.594,123
10º 87,805
11º 86,586
12º 85,366 Márcio 119022/96 F 09:32:57 1.584,691
13º 84,146 Márcio 142828/96 M 09:33:15 1.579,592
14º 82,927 Márcio 142879/96 F 09:33:18 1.578,746
15º 81,707 Márcio 142813/96 F 09:33:26 1.576,499
16º 80,488
17º 79,269
18º 0,000 Márcio 142801/96 M 09:34:06

 

Agora chegou a vez do Campeonato Estadual, onde eu havia trabalhado principalmente para que as quatro fêmeas que haviam se destacado no campeonato anterior chegassem à anilha de ouro, a Bronze 33536/94 e a Vermelha 33551/94 no Meio Fundo, a Lilás 33554/94 no Fundo e a Azul 33653/94 no Geral, que foi onde cada uma mostrou melhor desempenho, mas procurando também algum outro pombo que pudesse se revelar para brigar no Campeonato por equipes.

 

Porém a bronze 33536/94 já nos primeiros treinos tinha ficado para trás e não repetia os resultados do ano anterior, acabou sumindo na prova de São Mateus/ES.

 

Na primeira prova de Vitória/ES não designei a Azul 33653/94 porque ela colocou um ovo no dia do embarque, e deveria colocar o segundo um dia depois da corrida, se fosse outro pombo eu nem enviaria na prova, porém como no ano passado ela chegou da prova de São Mateus/ES para colocar um ovo no ninho e ainda marcou em 2º lugar, considerei que ela seria capaz de marcar nesta também, além do mais eu contava com ela para conquistar a primeira Anilha de Ouro no Geral e não podia deixa-la de fora já na primeira prova, só não coloquei ela como designado porque julguei haver outros pombos capazes de marcar bem, pelo desempenho que tiveram nos treinos até aqui, o que acabou não acontecendo!

 

Mais uma vez a prova de Vitória apresentou características totalmente diferentes das demais eu estava preparado para a previsão do tempo, que prometia instabilidade e ventos contra de forte a moderado, como acabou se confirmando, então deveria haver algo mais e a partir deste ano comecei a julgar que havia alguma coisa que eu ainda não havia conseguido decifrar, mas que passei a pesquisar o porquê.

 

 

LOCAL DA SOLTA: VITÓRIA
05/07/97
HORA: 07:30 DISTÂNCIA: 281.277 m POMBOS ENVIADOS: 103 MARCAM: 21
COL PONTOS CRIADOR POMBO SEXO DES CHEGADA VELOCIDADE
98,0582 Márcio 33551/94 F D 12:29:11 940,150
95,1456 Márcio 33653/94 F 12:46:48 887,869
14º 86,4078 Márcio 33554/94 F D 13:01:07 849,053
15º 85,4369 Márcio 142862/96 F 13:01:57 847,347
20º 80,5825 Márcio 142840/96 F 13:28:07 785,415

 

Com apenas duas marcações, o campeonato de designados já ficou comprometido, pelo menos as três fêmeas cumpriram seu papel, conseguindo as três melhores marcações do pombal, confirmando que estavam na briga pelas anilhas como planejado, foi uma pena não ter confiado na Azul, mas depois desta prova percebi que não haveria obstáculo para ela, que passou a voar todas as provas como designado e eu nem olhava mais, para saber se ela estava com ou sem ovo para botar.

 

Na segunda prova de Linhares/ES, o vento continuava contra, mas era mais fraco que na semana passada, tanto que os pombos fizeram uma velocidade maior, só que alguma coisa aconteceu, a Vermelha 33551/94 chegou atrasada e não entrou na folha de marcação, pelo menos a Azul 33653/94 venceu a prova e continuava na briga pela Anilha de Ouro, quanto a Lilás 33554/94 eu sabia que o forte dela eram as provas mais duras e de Fundo, então não me preocupava o fato dela marcar um pouco mais atrás na folha, o que me preocupava é que nenhum outro pombo se destacava, mantendo uma regularidade.

 

 

LOCAL DA SOLTA: LINHARES
12/07/97
HORA: 07:30 DISTÂNCIA: 381.495 m POMBOS ENVIADOS: 63 MARCAM: 13
COL PONTOS CRIADOR POMBO SEXO DES CHEGADA VELOCIDADE
98,4127 Márcio 33653/94 F D 13:47:55 1.009,468
96,8254 Márcio 34750/95 F 13:48:07 1.008,934
90,4762 Márcio 142840/96 F D 13:59:34 979,279
12º 80,9524 Márcio 33554/94 F D 14:05:02 965,729
13º 79,3651 Márcio 119022/96 F 14:05:05 965,607

 

Na prova de São Mateus/ES que fechava o Campeonato de Meio Fundo, o tempo continuava instável com vento contra e tanto a Lilás 33554/94 quanto a Azul 33653/94 chegaram muito bem, porém mais uma vez errei os designados, pois a Vermelha 33551/94 mais uma vez atrasou a chegada ficando fora da marcação, com isso consegui apenas duas marcações para o Campeonato de Designados, que me tirou qualquer chance no Meio Fundo.

 

Ao final da apuração a pombinha do Emilson levou a Anilha de Ouro no Meio Fundo e a Azul 33653/94 ficou com a Anilha de Prata, exatamente como aconteceu no ano anterior.

 

 

LOCAL DA SOLTA: SÃO MATEUS
26/07/97
HORA: 07:30 DISTÂNCIA: 381.495 m POMBOS ENVIADOS: 71 MARCAM: 15
COL PONTOS CRIADOR POMBO SEXO DES CHEGADA VELOCIDADE
97,1831 Márcio 33554/94 F D 15:10:28 896,416
94,3662 Márcio 33653/94 F D 15:13:17 891,498
91,5493 Márcio 119022/96 F 15:37:03 852,045
87,3239 Márcio 34787/95 F 16:52:43 746,822

 

Agora era trabalhar pelo Fundo, continuar os treinamentos planejados para continuar também a disputa pela Anilha de Ouro no Geral, que continuava com a prova de Teixeira de Freitas/BA, onde o resultado finalmente agradou, reacendendo as esperanças de conseguir um bom resultado no final, pois foram quatro designados registrados, faltando apenas a Vermelha 33551/94 que outra vez não entrou na marcação.

 

 

LOCAL DA SOLTA: TEIXEIRA DE FREITAS
10/08/97
HORA: 06:30 DISTÂNCIA: 590.896 m POMBOS ENVIADOS: 51 MARCAM: 16
COL PONTOS CRIADOR POMBO SEXO DES CHEGADA VELOCIDADE
96,0784 Márcio 33653/94 F D 16:58:04 940,816
88,2353 Márcio 33554/94 F D 17:17:53 912,041
86,2745 Márcio 119022/96 F D 17:19:01 910,448
16º 68,6274 Márcio 142827/96 M D 07:04:28 783,197

 

Mantive a Vermelha 33551/94 designada até a prova de Teixeira de Freitas, pois considerava que ela apresentava características de Meio Fundo, mas foi só tirar ela da equipe que voltou a marcar bem e isso me custou muito caro, pois apesar de conseguir uma marcação extraordinária na prova de Eunápolis/BA com as quatro primeiras marcações, registrei apenas dois designados o que reduziu drasticamente minhas chances de me sagrar campeão por equipe em alguma modalidade, então foquei todo treinamento para a Azul e a Lilás.

 

 

LOCAL DA SOLTA: EUNÁPOLIS
23/08/97
HORA: 06:30 DISTÂNCIA: 713.357 m POMBOS ENVIADOS: 40 MARCAM: 12
COL PONTOS CRIADOR POMBO SEXO DES CHEGADA VELOCIDADE
97,5000 Márcio 33653/94 F D 16:20:43 1.207,612
95,0000 Márcio 33554/94 F D 16:20:44 1.207,579
92,5000 Márcio 142814/96 M 16:55:53 1.139,761
90,0000 Márcio 33551/94 F 17:12:21 1.110,542

Ç

As duas foram para a última prova brigando pela Anilha de Ouro no Fundo contra aquela pombinha do Emilson que fora Anilha de Prata no Fundo e Ouro no Geral do ano passado que resolveu fazer uma visitinha lá em casa neste ano e já havia levado a Anilha de Ouro no Meio Fundo.

 

Até este momento a Azul 33653/94 estava em primeiro no fundo com o 2º e o 1º lugares, a pombinha do Emilson tinha o 1º e o 5º lugares e ocupava a segunda posição, logo atrás vinha a Lilás 33554/94 com o 6º e o 2º lugares e tudo poderia acontecer, sem contar que a pombinha do Emilson, pela primeira vez no campeonato estava atrás da minha Azul no Geral.

 

Chegou então o dia da última prova, o tempo continuava dificultando, com instabilidade e vento contra, mas isso era apenas mais um aperitivo para aumentar a adrenalina, fazendo com que a prova terminasse com pernoite.

 

No dia seguinte, logo bem cedo, a pombinha do Emilson fez a parte dela, chegando em primeiro lugar e jogando a responsabilidade para a Azul, que não se fez de rogada e chegou logo depois marcando o segundo lugar na prova, com este resultado a Azul 33653/94 conseguiu as duas tão sonhadas anilhas de Ouro no Fundo e no Geral.

 

 

LOCAL DA SOLTA: CAMACÃ
14/09/97
HORA: 07:40 DISTÂNCIA: 821.357 m POMBOS ENVIADOS: 34 MARCAM: 11
COL PONTOS CRIADOR POMBO SEXO DES CHEGADA VELOCIDADE
94,1176 Márcio 33653/94 F D 07:22:07 1.186,731
79,4118 Márcio 33551/94 F D 08:21:52 1.092,423
0,0000 Márcio 33554/94 F D 13:00:00

 

O resultado da prova de Eunápolis foi decisivo para o desfecho final do resultado, os quatro primeiros lugares naquela prova colocaram a pombinha do Emilson em 5º e ter registrado a Azul na frente da Lilás, que chegaram juntas, garantiram os centésimos de vantagem para a minha pombinha, o resultado no Geral foi de 575,6205 pontos para a 33653/94 e 575,4567 pontos para a pombinha do Emilson, uma diferença insignificante, mas que só foi possível porque eu tive a felicidade em devolver a pombinha dele quando veio visitar o meu pombal. A Lilás falhou na última prova, ficando fora da marcação, deixando com isso de ganhar a Anilha de Bronze.

 

Depois da vitória alcançada era esperar o resultado das outras coletividades do estado para saber finalmente se a tão sonhada Anilha de Ouro Geral no Campeonato Estadual finalmente teria sido alcançada, o que acabou se confirmando.

 

Depois destes resultados alguns criadores de renome, de outras cidades, vieram visitar o meu humilde pombal, para conhecer aquela pombinha, que juntamente com a do Emilson, dominaram o Campeonato Estadual, sendo os dois melhores pombos do estado por dois anos consecutivos.

 
Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil

Artigos relacionados

Tags

Compartilhe

2 Comments

  1. Realmente foi um campeonato emocionante, com a decisão somente na última prova. E isso que nós da tanto emoção e alegrias na colúmbofília.
    Um abraço Márcio

  2. Marcio Coelho

    Valeu Wesley, a adrenalina daquelas provas ficaram gravadas na mente até hoje, no caso estou contando uma das experiências que terminaram com o objetivo alcançado, mas na maioria das vezes não é assim, é preciso ter muito trabalho! A emoção é garantida sempre, a alegria as vezes vai embora ao final do Campeonato, mas renasce logo que os filhotes começam a mostrar os primeiros resultados.

Deixe uma resposta