Modelo de Pombal em Compensado 3ª parte

19 jul, 2017 por

Modelo de Pombal em Compensado 3ª parte

Veja aqui a série de artigos deste modelo:
PARTE 1
PARTE 2
VOCÊ ESTÁ AQUI
PARTE 4
PARTE 5
PARTE 6
PARTE 7
PARTE 8
 

Pronto, agora todas as peças que recobrirão o pombal já estão prontas e chegou a hora de colocar cada uma no seu devido lugar, como mostra a figura 24.

 

Figura 24FIG 24

 

Vamos começar pelas duas laterais, onde há alguns detalhes muito importantes: primeiro, a parte de baixo do madeiramento do piso deve ficar alinhado com a parte de baixo das chapas de Madeirit, ou ficar 5 cm para baixo, para ganhar altura interna no pombal, para quem for utilizar gradeamento de ripas como piso. Atente que os dois lados devem ter a mesma altura, se você rebaixar o piso de um lado deve rebaixar a mesma medida do outro lado certo.

 

Figura 25FIG 25

 

Repare também que, a largura das chapas de Compensado devem sobrar 1 cm de cada lado na hora de pregar no quadro que servirá como piso do pombal, isso será necessário para que, tanto as chapas do fundo, quanto a da frente do pombal, possam se encaixar neste espaço. Utilize os pregos 17×21 para unir os sarrafos das laterais à estrutura do piso e os pregos 12×12 para pregar o Compensado no Taipá.

 

Figura 26FIG 26

 

Atente que nesta etapa, a estrutura ainda não está firme, então é aconselhável usar um sarrafo para travar as peças laterais pela frente até que o fundo e sua estrutura sejam montados, como mostra a figura 26.

 

Figura 27FIG 27

 

Com as laterais fixadas e travadas com os sarrafos, vamos montar agora o fundo, neste caso vamos juntar as peças pelo topo, como mostra a figura 28. Basta alinhar a parte de cima onde foi pregado o madeiramento da parte traseira do telhado, com a parte mais alta das chapas laterais, lembrando de deixar um espaço de 5mm entre a parte superior do madeiramento do telhado e o apoio do forro, justamente para que se possa encaixar o forro neste espaço. A seguir pregar nas peças da estrutura, utilizando os pregos 17×27 e a parte de baixo da chapa no madeiramento do piso com pregos 12×12. Observe que as chapas do fundo ficarão mais baixas que as chapas laterais.

 

Figura 28FIG 28

 

Em seguida prepare dois sarrafos de Taipá com 2,18 m de comprimento para complementar a parte estrutural do pombal. São estas peças que unidas às outras duas chapas laterais, na forma de cantoneira, com os pregos 17×27 garantirão a firmeza da estrutura do pombal. Utilize também os pregos 12×12 para fixar a chapa ao Taipá.

 

Figura 29FIG 29

 

Ainda antes de prender a parte da frente, vamos preparar as peças do telhado, lembrando mais uma vez que: se você não conseguir Taipá com o tamanho completo, pode juntar duas peças com 1,92 m como fizemos na figura 20, para isso prepare três sarrafos de Taipá com 3,84 m, e da mesma forma como preparamos o madeiramento da parte traseira do telhado, marcar 33 cm nas extremidades, que servirão para delimitar o beiral do telhado de cada lado, encaixe as três peças nas fendas abertas na parte superior das chapas laterais, e meça em cada uma o tamanho da abertura que será necessária em cada uma, para que fiquem alinhadas com as chapas laterais, conforme mostra a figura 30.

 

Figura 30FIG 30

 

Se os sarrafos de Taipá tiverem exatamente 10 cm de largura, a peça central da cumeeira não precisará ser cortada para fazer o encaixe, bastando apenas pregá-la. Todas as peças do telhado devem estar alinhadas pela parte superior das chapas de Compensado, como pode ser visto na figura 31.

 

Figura 31FIG 31

 

Depois que tiver concluído o madeiramento do telhado, encaixe finalmente a parte da frente do pombal e pregue com pregos 12×12 no madeiramento do piso, conforme a figura 32.

 

Figura 32FIG 32

 

O próximo passo será preparar mais dois sarrafos de Taipá com 2,17 m de comprimento para complementar a parte estrutural do pombal, assim como fizemos com a parte dos fundos. Sendo que neste caso vamos fazer um corte na parte superior para encaixar nas peças que servirão como suporte do telhado e do pegador de sol, conforme a figura 31. Faça o alinhamento destas peças pelos pés, e com elas apoiadas no lugar, faça a marcação onde devem ser efetuados os cortes, elas devem ficar como aparecem na figura 33.

 

Figura 33FIG 33

 

Depois de preparadas, pregue estas peças conforme mostrado na figura 34, utilizando os pregos 17×27, formando uma cantoneira, da mesma forma como foi feito com a parte dos fundos, com isso, a estrutura do pombal ficará firme, garantindo a sua segurança.

 

Figura 34FIG 34

 

Continua no próximo artigo

 
Veja aqui a série de artigos deste modelo:
 
PARTE 1
PARTE 2
VOCÊ ESTÁ AQUI
PARTE 4
PARTE 5
PARTE 6
PARTE 7
PARTE 8
 
Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil

Artigos relacionados

Tags

Compartilhe

Deixe uma resposta