Modelo de Pombal em Compensado 1ª parte

17 jul, 2017 por

Modelo de Pombal em Compensado 1ª parte

Veja aqui a série de artigos deste modelo:
VOCÊ ESTÁ AQUI
PARTE 2
PARTE 3
PARTE 4
PARTE 5
PARTE 6
PARTE 7
PARTE 8
 

Este é o modelo de pombal mais complexo, com capacidade para até 47 pombos. Diferente dos modelos em Madeirite e OSB, cujo comprimento da chapa é o dobro da largura, permitindo um fechamento perfeito na composição de suas peças, este modelo precisa de adaptações em sua construção, que aumentam o gasto com material, e também nas perdas com os cortes, porém, se você estiver disposto a gastar um pouco mais, este modelo permite mais variações em relação aos modelos de Madeirite e OSB, como por exemplo a divisão em dois compartimentos, pois este pombal aumenta em 50 cm na largura e 1 metro no comprimento em comparação com o modelo em Madeirite.

 

Então vamos começar pela lista de material necessário para a construção deste pombal!     Você vai precisar de:

 


5 folhas de Compensado 1,60 x 2,20 com 10mm de espessura.
2 folhas de Compensado 1,60 x 2,20 com 5mm de espessura.
27 sarrafos de 10 cm com 3 metros de comprimento de Taipá de primeira.
3 sarrafos de 10 cm com 3,5 metros de comprimento de Taipá de primeira.
4 sarrafos de 10 cm com 4 metros de comprimento de Taipá de primeira.
1 tábua de Taipá de 25 cm com 2,10 m.
3,5 m de tela hexagonal zincada, com malha de ½” para Viveiro, com 1,50 m de altura.
8 m de tela hexagonal zincada, com malha de 1” para Pinteiro, com 1,80 m de altura.
9 Telhas de fibrocimento do tipo Eternit, ou Brasilit.
Pregos 12×12.
Pregos 13×18
Pregos 17×21
Pregos 17×27
40 pregos zincados 18×27, para telha de fibrocimento.
7 Dobradiças para porta.
3 Trincos.


 

Antes de começar vamos falar um pouco sobre o material. As folhas de Compensado apresentam tamanhos uniformes no que diz respeito à largura e comprimento, com 1,60 m x 2,20 m independente da região ou fabricante, porém podem apresentar algumas variações na espessura. No caso das 5 folhas que servirão para o revestimento externo do pombal elas podem se apresentar com 9mm ou 10mm, não tem problema, você usa a que encontrar no mercado da sua região, no caso das folhas que servirão para a construção do forro, podem apresentar espessuras entre 4mm, 5mm e 6mm e você pode usar a mais fina que puder encontrar.

 

Preste muita atenção no Taipá que vai usar para a construção do seu pombal, pois ele será utilizado na estrutura e uma parte ficará exposta ao tempo, por isso utilize um Taipá de primeira do tipo Belém ou similar. Não use um Taipá qualquer, um Taipá de Pinus por exemplo é muito fraco e pode não resistir muito tempo. Para este pombal serão utilizados 89 m corridos de Taipá, como existem muitos cortes, sempre podem haver perdas, por isso é conveniente comprar com margem de sobra, no mercado estas peças são vendidas normalmente com tamanhos de 3 m de comprimento, mas para que se possa preparar o piso e o telhado, além das 27 peças com 3 m de comprimento, serão necessárias pelo menos mais 3 peças com 3,5 m e 4 peças com 4m, perfazendo um total de 108m corridos de Taipá, o que será suficiente para nós.

 

Quanto às telhas de fibrocimento, elas foram escolhidas porque apresentam maior custo-benefício em relação à outros tipos de cobertura, existe uma telha ecológica que é similar, mas apresentam muitos problemas depois de instaladas e mesmo eu, sendo um Técnico Ambiental, não recomendo o uso destas telhas, pois logo precisarão ser descartadas e a sua função ecológica perde logo o sentido. As telhas de fibrocimento, encontradas no mercado, apresentam três tamanhos diferentes, 1,22m, 2,13m e 2,44m. normalmente só encontramos no mercado as telhas com 2,44m, que serão suficientes para fazer a cobertura do telhado depois de cortada.

 

Quanto aos pregos não vou estipular a quantidade, a não ser no caso das telhas, mas o saco de 1 kg para cada tipo é mais que suficiente para construir todo o pombal.

Quanto aos trincos e dobradiças, podem ficar a critério do Columbófilo, o que julgar melhor.

 

Agora sim vamos ao que interessa, o primeiro passo será preparar o piso do pombal que será constituído dos sarrafos de Taipá. Porém atente que o comprimento do madeiramento do piso, é superior ao tamanho padrão de corte do Taipá, que tem 3 metros de comprimento, se você conseguir peças com 3,15 m de comprimento, será melhor, caso não seja possível, una duas peças com 1,575 m (ou 1,57 m e meio, ou 157,5 cm) pregando um sarrafo de 1 m sobre elas utilizando os pregos 17×21, conforme a figura 1.

 

FIG 1FIG 1

 

Antes de cortar as peças na medida especificada, verifique a espessura do Taipá que você adquiriu, normalmente o Taipá de primeira vem com 2,5cm de espessura, mas alguns podem chegar a medir 3cm, multiplique este valor por dois e diminua do comprimento da peça que irá cortar, para que o comprimento total tenha exatamente 3,20m, que é o tamanho da largura de dois Compensados (1,60 x 2 = 3,20). Preste atenção que as medidas maiores estão em metros (m), as menores em centímetros (cm) e a espessura da chapa está em milímetros (mm), para você não cortar errado ok. Então 10 mm = 1 cm = 0,01 m. Como exemplo suponhamos que o Taipá tenha 2,5cm de espessura, então 2,5cm x 2 = 5cm, este valor diminuído do comprimento do Taipá será: 3,20m – 0,05m = 3,15m (note que os centímetros foram transformados em metros para fazer a conta), sendo assim, corte duas peças com 3,15m, e mais duas peças com 1,58m. Neste caso a medida é 2 cm menor que a largura do Compensado (1,60 m), justamente para que se faça a sobreposição da espessura das chapas nos dois cantos que tem 1 cm cada uma. Monte a estrutura utilizando os pregos 17×27, como mostra a figura 2.

 

Figura 2FIG 2

 

O próximo passo será medir a largura interna desta estrutura que deverá ter aproximadamente 1,53 metros, cortar oito ripas de Taipá, e distribuí-las cerca de 35cm umas das outras para concluir o madeiramento do piso, como mostra a figura 3.

 

Figura 3FIG 3

 

No nosso caso o piso será forrado com a tela de pinteiro, se preferir pode usar grades de madeira, ou o que julgar melhor certo. Porém aqui vou mostrar como fazer utilizando a tela, que poderá ser colocada nesta etapa, pois ficará mais simples a sua instalação, mas se preferir pode colocá-la mais tarde. Então pegue a tela com malha de 1”, coloque sobre a estrutura, e prenda com sobra de pelo menos 5 cm para todos os lados, corte o excedente da tela e guarde para usá-la mais tarde, como pode ser visto na figura 4

 

Figura 4FIG 4

 

Prenda a tela sobre a estrutura que você construiu com pregos 12×12 e dobre as sobras para baixo, feito isso, guarde esta peça até que terminemos de preparar as laterais.

 

Figura 5FIG 5

 

Agora vamos preparar as chapas de Compensado, observe que duas folhas serão utilizadas integralmente, sem que se faça um corte sequer, em outras duas você irá fazer uma marca na parte superior, com 32cm a partir do lado que ficará para frente; outra marca com 32cm na lateral dianteira; e mais uma marca com 22cm na lateral traseira. Agora você fará um risco unindo estas marcações, para que sejam cortadas estas aparas conforme está representado na figura 6; atenção não jogue as sobras do corte fora, elas servirão para fazer o reforço da parte superior, e delimitar o forro, conforme veremos mais adiante.

 

Figura 6FIG 6

 

Agora escolha uma das folhas de Compensado que foram cortadas para prepararmos a porta, que deverá ser cortada com 1,85m x 0,50m, para marcar a posição da porta, pegue um sarrafo de Taipá de 10cm coloque na borda dianteira, conforme a figura 7 e marque a lateral da porta, trace uma linha paralela a esta com 50cm de distância, esta será a outra lateral da porta, atenção, separe esta ripa que você utilizou para fazer a marcação, pois ela entrará neste mesmo lugar para servir de batente para a porta, ok.

 

Figura 7FIG 7

 

Agora você vai pegar aquelas sobras do corte do Compensado que servirão como reforço para o madeiramento do telhado e guia para a instalação do forro. Basta inverter a posição das peças e pregá-las do lado de dentro, logo abaixo de onde foi cortada, como mostra a figura 7. Cuidado para não prender as sobras pelo lado de fora do pombal, verifique a posição correta na figura 8. Observe que será necessário retirar 1 cm na extremidade posterior para encaixar o painel dos fundos, antes de pregar as peças da parte de trás.

 

Figura 8FIG 8

 

Continua no próximo artigo

 
Veja aqui a série de artigos deste modelo:
 
VOCÊ ESTÁ AQUI
PARTE 2
PARTE 3
PARTE 4
PARTE 5
PARTE 6
PARTE 7
PARTE 8
 
Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil

Artigos relacionados

Tags

Compartilhe

Deixe uma resposta